Carregando...
Imprensa

Palácio da Liberdade recebe grupo de migrantes

Iniciativa do programa de extensão do CEFET/MG promove a aproximação de seus alunos com a história e a cultura local.


Informações para a imprensa:

comunicacao@appa.art.br

(31) 3224-1919

Daniel Moreira – daniel.moreira@appa.art.br | João Laia – joao.laia@appa.art.br


O Palácio da Liberdade receberá, pela primeira vez, grupo de migrantes participantes do “Português como Língua de Acolhimento e Cultura Brasileira – PLAc”, programa de extensão do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais – CEFET/MG. A vista ocorrerá no dia 07/12, sábado, das 13h às 14h.

O Programa busca aproximar seus alunos à história e à cultura de Minas Gerais como um gesto de facilitar o aprendizado da língua e a imersão sociocultural, facilitando a integração dos participantes à cidade de Belo Horizonte. O programa atende, principalmente, refugiados, portadores de visto humanitário e imigrantes em situação de vulnerabilidade social de diversos países, como Venezuela, Nicarágua, Haiti, Afeganistão, Síria e Líbia.  Também participam pessoas migrantes que chegam ao Brasil por outros motivos e que vem de países como Alemanha, Argentina, Colômbia, China, Equador, Nigéria, entre outros.

Além de conhecer a edificação, expoente do movimento denominado ecletismo na arquitetura e patrimônio cultural do Estado, o grupo de aproximadamente 80 alunos também visitará a exposição “Palácio da Liberdade, leituras negras”, aberta ao público desde o dia 30 de novembro.

Programa Receptivo e Educativo do Palácio da Liberdade

O Palácio da Liberdade foi reaberto à visitação pública em dezembro de 2018, resultado de iniciativa conduzida pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – Iepha/MG, em parceria com a APPA – Arte e Cultura (www.appa.art.br).

Ao longo dessa parceria, o Palácio da Liberdade já recebeu cerca de 30 mil visitantes. Desse número, pouco mais de 23 mil pessoas foram recebidas por meio da visitação pública, realizada aos sábados e domingos, e cerca de cinco mil são resultado do Programa Educativo, que promove visitas escolares às quartas e quintas-feiras.

A visitação escolar é, em geral, mediada pelos professores, que participam do “Encontro com Educadores, pré-requisito para a realização da visita escolar. Ao todo, foram sensibilizados mais de 200 professores, em sua maioria, de escolas estaduais. Nele, são realizados momentos de conversa e reflexão sobre o patrimônio cultural e as possibilidades de temas que podem ser explorados a partir do Palácio da Liberdade. O objetivo é garantir que a visitação escolar não seja apenas um momento isolado, mas uma oportunidade de discussão sobre educação para a preservação desse e de outros bens culturais protegidos, bem como sobre a sociedade em que vivemos.

SERVIÇO

Encontro com Educadores: (obrigatório para o agendamento da visita escolar): realizado periodicamente com professores pela manhã ou tarde, Próximas turmas: www.appa.art.br/palaciodaliberdade/agende/encontrocomeducadores.

Visitação Escolar: realizada mediante agendamento. O programa tem capacidade de atendimento diário de quatro turmas, às quartas e quintas-feiras, nos seguintes horários: 8h às 10h10, 8h30 às 10h40, 14h às 16h10 e 14h30 às 16h40. Datas disponíveis: www.appa.art.br/palaciodaliberdade/agende/visitacaoescolar.

Visitação Pública: realizada mediante agendamento e são realizadas aos sábados e domingos, das 10h às 16h. Os ingressos são gratuitos e devem ser “retirados” antes da visita. Ingressos disponíveis: www.appa.art.br/palaciodaliberdade.