Carregando...
Notícias

Orquestra Sinfônica e Coral Lírico de Minas Gerais interpretam repertório carnavalesco em vídeo “Quando o carnaval voltar”

Coral Lírico de Minas Gerais e a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais apresentam em vídeo inédito um repertório com canções carnavalescas, reforçando a grandeza cultural dessa festividade e homenageando o Carnaval de Belo Horizonte. A produção Medley Nº2 – Para quando o Carnaval voltar será publicada no perfil da Fundação Clóvis Salgado no Instagram e no Facebook, dia 28 de fevereiro (domingo), às 10h. A direção musical da apresentação fica a cargo do Maestro Titular da OSMG, Sílvio Viegas, e da Maestrina Associada ao CLMG, Lara Tanaka, com arranjo especial de Fred Natalino.

No vídeo, o Coral Lírico e a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais proporcionam aos espectadores uma imersão pelos sons do Carnaval de Belo Horizonte, em uma homenagem aos foliões, às escolas de samba e aos blocos de rua que alegram a celebração. Além de um arranjo especial para a ocasião, a produção conta com a caraterização especial dos músicos, que se vestiram com fantasias e adereços de Carnaval. O medley conta com marchinhas de grandes blocos que constroem a história do Carnaval belorizontino: Então Brilha!Pena de Pavão de KrishinaMe Beija Que Sou PagodeiroMoreréAlcova LibertinaFilhos de Tchá-TcháMamá na VacaPeixotoManjericãoBeijo ElétricoMagnóliaJuventude BronzeadaCorte DevassaQuando Come se Lambuza e Chama o Síndico. O arranjo se encerra com um trecho da canção Quando o Carnaval Chegar, de Chico Buarque, composta para filme homônimo de Cacá Diegues, lançada em 1972.

Estou me guardando para quando o Carnaval voltar – Segundo Fred Natalino, responsável pelo arranjo, toda a produção foi feita de forma colaborativa. “Diversos músicos contribuíram para que o medley fosse construído, principalmente aqueles que possuem uma participação ativa no Carnaval de rua de Belo Horizonte. A partir dessas sugestões de temas e pesquisas acerca dos blocos de rua belorizontinos, que ganharam força a partir do ano de 2010, formamos um pot-pourri”, conta.

Para Natalino, mesmo em isolamento social, os músicos conseguem manter uma união constante no processo de produção, em que todas as opiniões na escrita musical são bem-vindas. “Acredito que o resultado seja muito satisfatório, pois une um trabalho esplendoroso dos editores e músicos envolvidos”, celebra.

Para Silvio Viegas, Maestro Titular da OSMG e Diretor Musical dos vídeos produzidos pela OSMG e CLMG, a mensagem presente no primeiro vídeo coletivo de 2021 é a de que precisamos manter a energia. “Tivemos um ano de 2020 com inúmeras dificuldades, mas ao mesmo tempo criamos e nos doamos muito à arte. Ainda não é o momento de relaxamento e de aproveitar o Carnaval nas ruas, é necessário manter a calma – mas com esperança, criatividade e alegria que tanto marcam as produções artísticas do Palácio das Artes”, ressalta o maestro.

“O vídeo traz uma mensagem de esperança e fé de que em breve estaremos celebrando juntos. Todos os músicos que participaram da produção se doaram completamente à esta homenagem ao Carnaval de Belo Horizonte, tão importante e resiliente, que sobrevive apesar de todas as dificuldades que estamos enfrentando”, conclui Viegas.

A OSMG e o CLMG têm na sua programação diversidade de ritmos e estilos, sempre em diálogo tanto com o erudito quanto com o popular. Num repertório carnavalesco, o desafio dos corpos artísticos é preservar o caráter dos sons que fazem parte da história da festa brasileira. O trabalho rítmico tão colorido e o empenho dos músicos em Para quando o Carnaval Voltar espera encantar o público e trazer a memória do Carnaval para dentro da casa de cada espectador.

O vídeo “Para quando o Carnaval Voltar” é realizado pelo GOVERNO DE MINAS GERAIS / SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA E TURISMO DE MINAS GERAIS e FUNDAÇÃO CLÓVIS SALGADO e tem a APPA ARTE E CULTURA como correalizadora. Conta ainda com o patrocínio Master da CEMIG e INSTITUTO UNIMED-BH (viabilizado pelo incentivo de mais de 5,1 mil médicos cooperados e colaboradores), USIMINAS e INSTITUTO USIMINAS como patrocinadores.

Orquestra Sinfônica de Minas Gerais – Criada em 1976, a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, corpo artístico gerido pela Fundação Clóvis Salgado, é considerada uma das mais ativas Orquestras do país. Em 2013, foi declarada Patrimônio Histórico e Cultural do Estado de Minas Gerais. Em permanente aprimoramento da sua performance, a OSMG cumpre o papel de difusora da música erudita, diversificando sua atuação em óperas, balés, concertos e apresentações ao ar livre, na capital e no interior de Minas Gerais. Como iniciativas de destaque, podem ser citadas as séries Concertos no Parque, Sinfônica ao Meio-dia e Sinfônica em Concerto, além da Sinfônica Pop que apresenta grandes sucessos da música popular brasileira com arranjos orquestrais. Em 2016, Silvio Viegas assumiu o cargo de regente titular da OSMG. Antes dele, foram responsáveis pela regência: Wolfgang Groth, Sérgio Magnani, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Aylton Escobar, Emílio de César, David Machado, Afrânio Lacerda, Holger Kolodziej, Charles Roussin, Roberto Tibiriçá e Marcelo Ramos.

Coral Lírico de Minas Gerais – Criado em 1979, o Coral Lírico de Minas Gerais, corpo artístico da Fundação Clóvis Salgado, é um dos raros grupos corais que possui uma programação artística permanente e que interpreta um repertório diversificado, incluindo motetos, óperas, oratórios e concertos sinfônico-corais. Já estiveram à frente do Coral os maestros Luiz Aguiar, Marcos Thadeu, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Ângela Pinto Coelho, Eliane Fajioli, Silvio Viegas, Charles Roussin, Afrânio Lacerda, Márcio Miranda Pontes e Lincoln Andrade. O Grupo se apresenta em cidades do interior de Minas e em capitais brasileiras com o intuito de contribuir para a democratização do acesso ao canto coral. As apresentações têm entrada gratuita ou preços populares. O Coral já atuou com a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, além da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Dentro da política de difusão do canto lírico promovida pelo Governo de Minas Gerais, o Coral Lírico desenvolve diversos projetos que incluem as séries Concertos no Parque, Lírico Sacro, Lírico ao Meio-dia, Lírico em Concerto e Sarau no Café, além da participação nas temporadas de óperas realizadas pela Fundação Clóvis Salgado.

 INFORMAÇÕES GERAIS 
 O quê? Orquestra Sinfônica e Coral Lírico apresentam vídeo “Para quando o carnaval voltar”
 Quando? 28 de fevereiro (domingo), às 10h
 Onde? Instagram e no Facebook da Fundação Clóvis Salgado
 Entrada? Gratuita
 Informações para o público (31) 3236-7400