Carregando...
Notícias

4ª MOSTRA TÁTIL | Programa de Residências Artísticas do CEFART

A Fundação Clóvis Salgado promove, através do Centro de Formação Artística e Tecnológica (CEFART), o Programa de Residência em Pesquisas Artísticas, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG). Para divulgar os trabalhos realizados pelos artistas selecionados para o Programa, será relizada a 4ª Edição da Mostra Tátil, que acontece entre os dias 1º e 4 de julho de 2021 (de quinta-feira a domingo), pelo site da FCS e Canal da FCS no Youtube. A programação conta com mais de 30 atrações: aulas abertas, rodas de conversa, oficinas artísticas, exposições de artes visuais, lançamentos de EP’s, intervenções urbanas, entre outras.

O Programa de Residência em Pesquisas Artísticas foi criado pela Gerência de Extensão do Cefart em 2015, com a finalidade de contribuir com a sistematização, inovação e promoção de conhecimentos nas diversas áreas artísticas no estado de Minas Gerais. Além disso, o Programa busca proporcionar uma visão investigativa da arte e do aprimoramento técnico por meio de uma pesquisa aprofundada em processos de criação e composição. A quarta edição da Mostra Tátil é uma maneira de partilhar com o público os trabalhos realizados durante a Residência e apresentar a intensa produção de um conjunto de artistas das áreas de Artes da CenaArtes VisuaisMúsicaDiversidade e InclusãoCulturas Populares Tradicionais e UrbanasPatrimônio Cultural Material e Imaterial Tecnologia da Cena.

Coordenador da Residência em Pesquisas Artísticas, Gabriel Coupe ressalta a diversidade de temáticas e técnicas aprimoradas pelos participantes. “Isso multiplica as possibilidades de criação e cooperação entre os artistas-pesquisadores, entre jovens talentos e profissionais renomados em suas áreas de atuação. O que se vê na prática é a complementaridade de competências e a interpenetração das propostas, enriquecendo o processo de pesquisa individual e, acima de tudo, o resultado compartilhado com público e com a comunidade Cefart”, relata Coupe.

ACESSE AQUI A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA 4ª MOSTRA TÁTIL

ACESSE AQUI OS TRABALHOS DOS ARTISTAS PARA 4ª MOSTRA TÁTIL

Oficina “Do áudio para o vídeo” – Antes dos quatro dias de Mostra, no mês de julho, a 4ª edição contará com uma oficina inédita gratuita, com participação livre, dias 28 e 29 de junho (segunda e terça-feira), pelo Canal da FCS no Youtube. Do áudio para o vídeo tem orientação de Geraldo Octaviano, coordenador da Escola de Tecnologia da Cena, e as aulas serão ministradas pelo artista residente Vinicius Alves.

De acordo com o Coordenador Artístico do Cefart, Fabrício Martins, essa oficina é uma prévia para a Mostra Tátil, e será voltada para o aprimoramento da iluminação e som de vídeo: o curso ensinará aos alunos como entender e compreender esses artifícios, que influenciam bastante na qualidade e na diferenciação de um trabalho artístico.

Mostra tátil, mostra diversa – Com horários variados na parte da tarde e noite, a nova edição da mostra conta com rodas de conversa, intervenções urbanas, mostras artísticas, oficinas e aulas abertas. O objetivo é promover um encontro entre alunos, professores, pesquisadores, artistas e coordenadores, em debates que compreendem o universo da música, do cinema, da literatura, do teatro e das artes visuais.

“A maior parte da programação é composta pelos trabalhos dos artistas-residentes que conta com projetos em performance, cultura popular, desenho, pintura, escultura, vídeo-dança, música brasileira, teatro e linguagens híbridas. Todos os trabalhos apresentados foram selecionados via Edital, dentre um grande número de propostas”, afirma Coupe.

As intervenções urbanas, que também compõem a mostra, buscam expandir as interações do público para além do ambiente virtual. A série de intervenções @Projetemos reúne trabalhos nas fachadas dos prédios do entorno da Praça da Estação de Belo Horizonte. O trabalho é mediado pelo artista residente Fernando Vaz, e é uma das atrações do segundo dia da mostra, às 18h. Já a produção Além de Janelas, acordar com a cidade, das artistas Kamila Nina e Yasmin Rodrigues, tem o objetivo de espalhar cartas, poemas e lambes por lugares públicos de Belo Horizonte, provocando os transeuntes por meio da arte. “É uma proposta de tentar escapar das janelas de nossas próprias casa, das janelas de nossos computadores, e ressignificar as nossas relações com a cidade e com os espaços externos”, explica Nina.

Roda de conversa – Apesar do término das atividades programado para o dia 4 de julho (domingo), o encerramento da mostra será celebrado de forma especial no dia 8 de julho (quinta-feira), às 20h, com uma roda de conversa inédita pelo Canal da FCS no Youtube, que debaterá a improvisação e a brasilidade da música nacional. Participam do bate-papo o pesquisador e compositor Cliff Korman e o doutor em música Manuel Felleiros, com mediação do multi-instrumentista Vinícius Mendes, que realiza pesquisa sobre improvisação e colaboração em matrizes musicais.

Governo de Minas Gerais e a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado, apresentam a 4ª Edição da Mostra Tátil – Cefart/FCS. Esse evento tem colaboração cultural da FAPEMIG, correalização da APPA – Arte e Cultura e patrocínio master da CemigAngloGold Ashanti e Unimed-BH / Instituto Unimed-BH¹, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

¹ O patrocínio da Unimed-BH e do Instituto Unimed-BH é viabilizado pelo incentivo de mais de 5,2 mil médicos cooperados e colaboradores.

 O quê? 4ª Mostra Tátil
 Quando? 01/07 – 04/07
 Entrada? Gratuita
 Informações para o público (31) 3236-7400