Carregando...
CulturaSem categoria

CLMG CELEBRA OBRAS DE GURANIERI E VILLA-LOBOS EM EDIÇÃO INÉDITA DO SARAU LÍRICO

A Fundação Clóvis Salgado, por meio do Coral Lírico de Minas Gerais (CLMG), apresenta no dia 18 de março, ao meio-dia, no hall de entrada do Palácio das Artes, o Sarau Lírico: Guarnieri e Villa-Lobos, dois criadores do Brasil. O repertório celebra as obras de dois icônicos compositores de concerto nacionais, apresentando as peças Ave Maria, de Camargo Guarnieri, seguida das renomadas composições de Heitor Villa-Lobos: Duas Lendas Ameríndias, As Costureiras, Estrela é Lua Nova e Pater Noster.

O Sarau homenageia e enaltece, excepcionalmente, a obra de Villa-Lobos, um dos nomes mais relevantes da música brasileira, reconhecido e aclamado mundialmente por suas notórias e clássicas composições, além de ser lembrado como a principal personalidade do movimento modernista no Brasil. “Nessas obras, é possível perceber a imensa criatividade de Villa Lobos. O compositor era capaz de alimentar de diferentes tradições e reinventar musicalmente com incrível inventividade harmônica, vigor rítmico e beleza melódica”, relata o regente assistente do CLMG, Augusto Pimenta.

Para o regente, cada obra apresentada no Sarau conta com características distintas que serão interessantes e atrativas para o público. “As ‘Duas Lendas Ameríndias’ são composições feitas a partir de dois textos em língua nheengatu, resultando em músicas cheias de colorido e força. Já na obra ‘As Costureiras’, que foi escrita somente para vozes femininas, o clima é mais ameno, com uma suave melódica contraposta. Em ‘Estrela no Céu é Lua Nova’, retomamos a energia com inspiração vinda da música de matriz afro-brasileira. O espetáculo encerra com uma temática religiosa, apresentando a obra ‘Pater Noster’. Villa-Lobos era um grande admirador da música de Bach, e nessa obra, explora a escrita da polifonia europeia”, explica Augusto.

Ministério do TurismoGoverno de Minas Gerais e Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado, apresentam Sarau Lírico: Guarnieri e Villa-Lobos, dois criadores do Brasil, que tem correalização da APPA – Arte e Cultura, patrocínio máster da CemigArcellorMittalInstituto Unimed-BH¹, AngloGold Ashanti e Usiminas, por meio das Leis Estadual e Federal de Incentivo à Cultura, e apoio cultural do Instituto Hermes Pardini.

O patrocínio do Instituto Unimed-BH é viabilizado pelo incentivo de mais de cinco mil médicos cooperados e colaboradores.

A Fundação Clóvis Salgado é integrante do Circuito Liberdade, complexo cultural sob gestão da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) que reúne diversos espaços com as mais variadas formas de manifestação de arte e de cultura em transversalidade com o turismo.

Coral Lírico de Minas Gerais  Criado em 1979, o Coral Lírico de Minas Gerais recebeu o título de Patrimônio Histórico e Cultural do Estado em janeiro de 2019. Interpreta repertório diversificado, incluindo motetos, óperas, oratórios e concertos sinfônico-corais. Além de integrar as temporadas de óperas da FCS, participa das séries Lírico ao Meio-dia, Lírico em Concerto, Lírico Sacro e Sarau Lírico. O Coral Lírico de Minas Gerais teve como regentes os maestros Luiz Aguiar, Marcos Thadeu Miranda Gomes, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Ângela Pinto Coelho, Eliane Fajioli, Silvio Viegas, Charles Roussin, Afrânio Lacerda, Márcio Miranda Pontes e Lincoln Andrade, sendo Lara Tanaka sua atual regente.

Informações

Local

Hall de entrada do Palácio das Artes

Horário

12h

Informações para o público

(31) 3236-7400

FOTO: PAULO LACERDA