Carregando...
Iepha/MG

VIA LIBERDADE É LANÇADA COM EXPOSIÇÃO DOS PRINCIPAIS HINOS DO BRASIL NO PALÁCIO DA LIBERDADE

A Via Liberdade é a rota turística estabelecida ao longo da BR-040, ligando os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e o Distrito Federal. A exposição “Já Raiou a Liberdade: Hinos do Brasil” fica no Palácio da Liberdade até setembro, quando se comemora o bicentenário da Independência do Brasil

O Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, foi palco, na tarde desta terça-feira, do lançamento da Via Liberdade com a abertura oficial da exposição “Já Raiou a Liberdade: Hinos do Brasil”. O lançamento contou com a assinatura do decreto de criação da maior rota turística e cultural do País, a Via Liberdade, que segue a BR-040 em seu trajeto do Rio de Janeiro até Brasília, passando por mais de 186 cidades mineiras.

Os eventos tiveram início com a chegada das partituras originais dos hinos: Nacional, da Bandeira, da Proclamação da República e da Independência ao Palácio da Liberdade, onde estava a comitiva do governo do Estado de Minas Gerais, sendo recebidos pelo governador Romeu Zema, que abriu oficialmente a exposição “Já Raiou a Liberdade: Hinos do Brasil”.

Em sua fala, o governador Romeu Zema lembrou que “estamos dando início à celebração do bicentenário da Independência do Brasil, com a abertura da exposição Já Raiou a Liberdade, e vamos anunciar, com o apoio da FECOMÉRCIO e do Senac, a Via LIberdade, que segue o trajeto da BR-040 do Rio de Janeiro até Brasília, passando por cidades históricas e grandes patrimônios mineiros. Essa Via tem um valor histórico inestimável para nós mineiros, com grande simbolismo. Quem sabe um dia, assim como a Via Liberdade, teremos também a Via Aleijadinho, Via Tiradentes e Via JK, isso é o que temos de melhor na história de nosso Estado”, finalizou o governador.

Dando prosseguimentos às falas, o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, lembrou que “a Via Liberdade foi criada também em comemoração ao Bicentenário da Independência do Brasil e aos 100 anos da Semana de Arte Moderna, visto que percorre as cidades que tiveram protagonismo nesses momentos históricos, desde a fase do Brasil Império no Rio de Janeiro, passando pelos movimentos libertários em Minas, a conquista do interior, em Goiás, e o apogeu da Independência do Brasil, sintetizado na criação modernista de Brasília. A Via Liberdade conta com ações e programas estratégicos que serão desenvolvidos ao longo da BR-040 e imediações. São mais de 300 cidades nesse percurso, que apresentam sete Patrimônios da Humanidade. A Via Liberdade conta com quatro eixos de ações, de forma conjunta, pelos três estados e Distrito Federal, sendo de estruturação, sinalização, promoção dos roteiros e destinos turísticos e intercâmbio cultural”, declarou o secretário Leônidas.   

A Via Liberdade conta com investimento de cerca de R$ 12 milhões para fomento e estruturação do turismo nas cidades envolvidas. Desse montante, mais de R$ 4 milhões foram destinados em acordo de cooperação firmado entre o Governo de Minas, a Fecomércio, Sesc e Senac para ações de capacitações, promoção, marketing turístico e intercâmbio cultural. Essa parceria irá fomentar o turismo das cidades envolvidas e, por consequência, o desenvolvimento territorial e econômico das regiões contempladas. O investimento total na Via Liberdade contempla também editais de cultura e turismo e investimentos em projetos nas autarquias estaduais.

São 24 parques, integrando 70% do patrimônio tombado do país, com paisagens entre montanhas e mar, cidades imperiais, natureza exuberante, horizontes, capitais, metrópoles, comidas típicas, tradições, sertão, arte e contemporaneidade.

Exposição Já Raiou a Liberdade: Hinos do Brasil

A exposição conta com os originais dos quatros principais hinos do Brasil: o da Independência, o Nacional, da Bandeira e da Proclamação da República. Essa é a primeira vez que os hinos saíram da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A exposição conta com a promoção da APPA – Arte e Cultura. 

Sobre a exposição, o presidente da FUNARTE, Tamoio Marcondes, declarou que “é fundamental que a população brasileira conheça os originais dos hinos, pois eles nos dão a ideia de pertencimento. Isso que enseja neste momento Minas Gerais, pois é a primeira vez que os hinos saem do Rio de Janeiro para uma exposição. Tudo isso nos inspirou a fazer uma programação ao longo do ano, com o próximo passo sendo uma grande exposição em Brasília, no dia da Independência, levando aos brasileiros o grande legado histórico e cultural que temos em nosso país”.

Para o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, maestro Marcelo Jardim, “está sendo um grande momento para todos nós, ver esses hinos chegando até a sociedade brasileira, pois eles são símbolos que nos dão a ideia de nação. Então essa exposição viabiliza o acesso a esses documentos e a permanente restauração com essas preciosidades de nosso país”. 

A Exposição ficará aberta ao público no Palácio da Liberdade até o mês de setembro, quando será levada para Brasília, para as comemorações oficiais dos 200 anos da Independência do Brasil.

Visitação: sábados e domingos
Ingressos disponíveis sempre às quintas e sextas-feiras
Retirada dos ingressos: www.sympla.com.br/produtor/appa