Carregando...
Iepha/MG

ENCONTRO COM EDUCADORES É REALIZADO EM CONGONHAS E EM BELO VALE

Educar é também conscientizar. Com esse propósito aconteceu, nos dias 10 e 12 de março, mais uma edição do Projeto Encontro com Educadores. A primeira etapa foi realizada na Casa do Professor, em Congonhas, a Cidade dos Profetas, e a segunda ocorreu em Belo Vale, município sede da Fazenda Boa Esperança, na Escola Estadual Doutor Gama Cerqueira, área central da cidade. 

O Projeto Encontro com Educadores tem como objetivo sensibilizar professores e educadores para a importância da educação patrimonial como forma de aprendizado, além de reforçar a ideia de pertencimento, a troca de saberes, o compartilhamento de repertórios culturais e a experiência de visitação educativa à Fazenda Boa Esperança, um bem tombado pelo Estado de Minas Gerais e pela União. A participação no Encontro é pré-requisito para o agendamento das visitas escolares à Fazenda, atualmente fechada em razão da pandemia. A intenção é tornar o professor protagonista da educação patrimonial tanto nas idas à Fazenda quanto no dia-a-dia escolar.

No Encontro ocorrido na manhã do sábado, dia 12 de março, em Belo Vale, coordenado pelo receptivo da Fazenda Boa Esperança, ficou nítido na participação dos educadores da cidade a importância da Fazenda para a comunidade, bem como sua representação cultural e social na região. Dinâmico e participativo, com exibição de vídeos e troca de ideias no campo da educação patrimonial, muitas experiências foram compartilhadas e debatidas, tendo sempre como motivo os inúmeros bens culturais do município, marcado por forte tradição quilombola. 

Ao final do Encontro, foi proposta uma atividade lúdica, despertando entre os presentes as memórias afetivas da infância, com a confecção de desenhos que traziam essas representações, que foram expostos em um quadro denominado Mapa de Percepção. Ao fim da apresentação, ficou a clara certeza de que o que marcou a infância de todos os presentes foram as coisas mais simples da vida, como a casa da avó, o badalar do sino da igreja da cidade, o cheiro do fogão a lenha. 

Para a professora de língua portuguesa da rede municipal de ensino, Katia de Oliveira Moura, o “Encontro é fundamental, pois ele está dialogando diretamente com a educação, que é a base da formação do cidadão, o início de tudo. Então, olhar para a educação de patrimônio, do que está a nossa volta, é olhar para as raízes mais profundas de uma sociedade, o passado e o presente. Esse Encontro veio nos alertar e nos despertar para tudo isso, para colocarmos a importância da educação patrimonial na pauta do dia”. 

Ao final do Encontro, foi servido um café de confraternização. 

A Fazenda Boa Esperança

A lendária Fazenda Boa Esperança é um dos mais representativos exemplares da arquitetura rural mineira de finais do século XVIII. Totalmente restaurada, com capela e paiol, a Fazenda foi cenário para gravação de inúmeros filmes, vídeos e séries de televisão.  

Desde 2018 a APPA, em parceria com o Iepha/MG, é responsável por ações de requalificação, promoção e educação para o patrimônio cultural em Minas Gerais. Neste ano, a Fazenda Boa Esperança conta com o patrocínio da Copasa no projeto elaborado pela APPA e viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura.