Carregando...
Cultura

RECITAL DA ESCOLA DE MÚSICA DO CEFART

Percorrendo obras de diversos compositores e com variedade de instrumentos, apresentações contam com o apoio das Escolas de Tecnologia da Cena do Cefart na ambientação

Foto: Fabrício Martins

A Fundação Clóvis Salgado, por meio do Centro de Formação Artística e Tecnológica (Cefart), apresenta no dia 7 de julho (quinta-feira), às 19h, o Recital da Escola de Música, com composições de diversos períodos da história. As apresentações acontecem de forma presencial, na Sala Juvenal Dias, no Palácio das Artes. A entrada é gratuita.

O repertório, que contempla vários instrumentos (violão, violoncelo, contrabaixo e flauta) e estilos, busca proporcionar aos estudantes do Curso Básico da Escola de Música a experiência com o palco, e estabelecer um elo entre esses jovens músicos e o público. Estão inclusos no programa desde composições eruditas europeias do século XVIII a representantes da música popular brasileira e internacional. Todas, exceto uma, serão interpretadas exclusivamente de forma instrumental. Obras como Minuetos 1 e 2, do alemão Johann Sebastian Bach, Ave Verum, do austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, Passeio do Urso, do brasileiro Ernst Mahle, e Clair de Lune, do francês Claude Debussy, entre outras, exemplificam a variedade da música clássica. Outros autores reconhecidos, como o francês Camille Saint-Saëns e o italiano Antonio Vivaldi, além de importantes compositores clássicos do cenário nacional, como César Guerra-Peixe e Sérgio Assad, também estão entre os autores presentes no programa.

Foto: Fabrício Martins

O conjunto selecionado para o Recital trará também canções populares. É o caso, por exemplo, de Back to Black, composta por Amy Winehouse e Mark Ronson e um dos principais trabalhos da artista britânica. A música será cantada e acompanhada por contrabaixo e piano. Já Trem das Onze, escrita por Adoniran Barbosa e gravada com arranjo de Marcos Kaiser, será tocada no violão e marca a presença do cancioneiro popular brasileiro dos anos 1960 na programação do Recital.

Além dos instrumentos tocados por cada artista, algumas apresentações terão o acompanhamento de docentes da Escola de Música do Cefart, como a pianista Rize Lorentz e a flautista Nara Franca.

Governo de Minas Gerais e Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado, apresentam o Recital da Escola de Música do Cefart, que tem correalização da APPA – Arte e Cultura, patrocínio master da  ArcellorMittalCemigInstituto Unimed-BH¹ e AngloGold Ashanti, por meio das Leis Estadual e Federal de Incentivo à Cultura.

O patrocínio do Instituto Unimed-BH é viabilizado pelo incentivo de mais de cinco mil médicos cooperados e colaboradores.

A Fundação Clóvis Salgado é integrante do Circuito Liberdade, complexo cultural sob gestão da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) que reúne diversos espaços com as mais variadas formas de manifestação de arte e de cultura em transversalidade com o turismo.

Foto: Fabrício Martins

Parceria entre escolas – O Recital também marca a continuidade de uma colaboração entre duas unidades do Cefart. A Escola de Tecnologia da Cena auxilia no figurino, cenário, iluminação e outras questões técnicas relacionadas ao design das apresentações. Embora não haja um enfoque muito grande na encenação, alguns repertórios demandam uma atenção adicional ao figurino –quando o desejo é evocar o período de composição das músicas ou o estilo visual associado à escola artística da qual determinado compositor fez parte. Todos os elementos que dizem respeito a esta mise-en-scène dos recitais ficam a cargo dos alunos do curso de Tecnologia de Cena.

Escola de Música – A Escola de Música do Cefart oferece os Cursos Básico e o Curso Básico Complementar de Música. O Curso Básico de Música tem duração de três anos e o objetivo é formar o músico performer– cantor ou instrumentista – com conhecimento específico na área de performance musical, para atuar como solista ou camerista, compor grupos profissionais ou amadores, orquestras, corais e outras formações musicais. A capacitação dos alunos se dá por meio de estudos de instrumento musical ou canto erudito e alia a prática à teoria musical. O intuito é desenvolver o potencial artístico do aluno e otimizar suas habilidades para a performance, a criação e a apreciação musical, sempre incentivando a produção musical individual e coletiva. A Escola oferece também o Curso Básico Complementar para canto erudito ou instrumentos aos alunos do Curso Básico de Música e a outros candidatos com formação equivalente, possibilitando a ampliação de seus estudos musicais. Com duração de um ano, o curso oferece outras abordagens musicais provenientes do ensino de música popular, como o jazz, sua história e estética, improvisação, criação de arranjos e iniciação à composição musical.

Foto: Fabrício Martins

Cefart – O Centro de Formação Artística e Tecnológica – Cefart, da Fundação Clóvis Salgado, é responsável por promover a formação em diversas linguagens no campo da arte e em tecnologia do espetáculo. Inúmeras gerações de artistas e técnicos foram formadas ao longo dos quase 50 anos de atividades, com forte impacto no fazer artístico de Minas Gerais. Um dos aspectos mais valiosos dessa formação é a possibilidade da vivência prática dos alunos nos espaços profissionais do Palácio das Artes, onde está sediada uma de suas unidades. Referência em formação artística, o Cefart possui amplo e inovador Programa Pedagógico para profissionalizar e inserir jovens talentos no mercado de trabalho da cultura e das artes. São oferecidas, gratuitamente, oportunidades democráticas de acesso a formação cultural diversa, por meio de Cursos Técnicos, Regulares e de Extensão, com grande repercussão social. São incontáveis as possibilidades de atuação dos alunos, ao longo de amplo calendário anual, incluindo grupos jovens, projetos de pesquisa e apresentações artísticas diversas. São oferecidas, ainda, várias atividades gratuitas, destinadas a diferentes públicos, bem como oferta virtual de conteúdos culturais formativos. Além dos estúdios e salas de aula no Palácio das Artes, o Cefart mantém unidade também na Praça da Liberdade, integrada ao Circuito Cultural.

Foto: Fabrício Martins

Programa

Aluno: Aldair Duarte

Música: Long Long Ago e Allegreto

Compositor: T. H. Bayly

Música: Allegreto

Compositor: S. Suzuki

Instrumento: Violoncelo

Professora: Glaucia Furtado

Acompanhamento (piano): Rize Lorentz

 

Aluna: Kamila Vieira

Música: Allegro Apassionato

Compositor: Saint-Saëns

Instrumento: Violoncelo

Professora: Glaucia Furtado

Acompanhamento (piano): Rize Lorentz

Aluno: Joao Luiz

Música: Concerto in C RV399, 1° movimento Allegro

Compositor: Vivaldi

Instrumento: Violoncelo

Professora: Glaucia Furtado

Acompanhamento (piano): Rize Lorentz

Aluna: Bruna Guimarães

Música: Minuetos 1 e 2

Compositor: J. S. Bach

Instrumento: Violoncelo

Professora: Glaucia Furtado

Aluna: Anna Luiza Batista

Música: Cinquentaine

Compositor: J. Marie

Instrumento: Violoncelo

Professora: Glaucia Furtado

Acompanhamento (piano): Rize Lorentz

Grupo de Cellos Cefart:

Alunos: Bruna Guimarães, Kamila Vieira, Júlia Beatriz e Thamires Lana

Música: Ave Verum

Compositor: Mozart

Música: Rosinha

Compositor: João Valeriano

Instrumento: Violoncelo

Professora: Glaucia Furtado

Aluno: Bernardo Martins

Música: Em Duas Flautas

  1. Prelúdio
  2. Valsinha

III. Afro Sofisticado

  1. Cantiga
  2. Frevo

Compositor: Guerra-Peixe

Instrumento: Flauta

Professora: Nara Franca

Acompanhamento (flauta): Nara Franca

Aluna: Ingrid Máximo

Música: Passeio do Urso

Compositor: E. Mahle

Instrumento: Contrabaixo

Professor: Camilo Christófaro

Acompanhamento (piano): Rize Lorentz

Aluna: Ayla Manso

Música: Back to Black

Compositores: Amy Winehouse e Mark Ronson

Instrumento: Contrabaixo e voz

Professor: Camilo Christófaro

Acompanhamento (piano): Rize Lorentz

Aluno: Hugo Andrad

Música: Remenbrance

Compositores: Sergio Assad

Música: Clair de Lune

Compositores: Claude Debussy

Instrumento: Violão

Professor: Gustavo Bracher

Aluno: Mateus Horta

Música: Trem das onze

Compositores: Adoniran Barbosa (Arranjo de Marcos Kaiser)

Instrumento: Violão

Professor: Gustavo Bracher

Equipe de professores: Glaucia Furtado, Rize Lorentz, Nara Franca, Camilo Christófaro, Gustavo Bracher

Equipe Técnica

Figurino: Lady Lourdes
Cenário: Aline Gonçalves de Souza, Ana Luiza Pinho, Nina Bicalho, Marina Bicalho e Nathalia Azevedo
Luz: Titi Faria
Fotografia: Paulo Lacerda
Produção: Mylene Youssef e Lucas Matias
Montadores: Fabio Silva e Eduardo Miller

Informações

Local

Sala Juvenal Dias | Av. Afonso Pena, 1537. Centro. Belo Horizonte

Horário

19h

Classificação

Livre

Informações para o público

(31) 3236-7400